Alternativa musical: bandas independentes criam tributo romântico

Howlin' Records

Template

Alternativa musical: bandas independentes criam tributo romântico

Por Amanda Mont’Alvão

Enquanto passamos horas tentando decifrar se a música pop nos faz miseráveis amorosamente, ou se é o amor quem nos faz afogar nessas canções, alguns inquietos abandonaram temporariamente essa dúvida e fizeram dela uma trilha sonora.

Declaradamente mordidas pelo romantismo, 17 bandas brasileiras, a convite do selo paulistano Howlin Records, assinaram uma carta de amor às músicas que embalaram suas paixões. Assim nasceu a coletânea Fuzz Feelings, lançada oportunamente nesta quarta-feira (11) pré-Dia dos Namorados.
O projeto é assumidamente passional e reúne as inspirações do músico Magoo Felix (Twinpines e Bi-Latheral) e do Estúdio Subway, de São Paulo. Eis que o amor pede urgência e não houve tempo para divagações: foram duas semanas para a escolha das bandas, a definição das músicas, a gravação e a mixagem.
Versos apaixonados originalmente cantados por Hüsker Dü, Teenage Fanclub, The Cure, My Bloody Valentine, Marvin Gaye e até mesmo Inner Circle são reinterpretados por veteranos como Elroy, Rodrigo Koala, Mudhill, Twinpines e Loomer; e por novatos como Vapor, Blear, Monstromonstro e Heavy Red.
O saldo final revela um percurso variado e semelhante ao do relacionamento amoroso: há identificação com a música amada, mas também, rejeição de suas características. Há quem aposte na cumplicidade, e quem prefira andar em paralelo. E, como de praxe, há quem escolha cantar a dor daquilo que não é recíproco.
O disco está disponível para download gratuito e é recomendado para quem dispensa explicações diante desse que é um dos mais incondicionais dos amores: o relacionamento com a música.

Acesse o site oficial da coletânea Fuzz Feelings para fazer o download, clicando aqui.