#influencia: Ariel (Incesto Andar)

Howlin' Records

Template

#influencia: Ariel (Incesto Andar)

Ariel em ação por Chris Justtino.

Durante o ano de 2016 iremos publicar aqui uma série chamada ‪#‎INFLUENCIA‬.

Como assim Howlin Recordesss?

Iremos pedir para artistas (de nosso selo ou não) que criem uma playlist no Soundsgood com artistas que os influenciaram na música!

Para adiantar as coisas, vamos começar agora mesmo com o Ariel do Incesto Andarr, lá de Sorocaba, que lançou o excelente EP “Deusverno” via Bichano Records no ano passado. Ouça-os aqui ó: https://goo.gl/Dd9GC6

DEZ GUITARRISTAS DE ARIEL:

Enfim, com a palavra o guitarrista e vocalista do quarteto sobre quem o influenciou:
” Para o bem comum alerto que a ordem não segue nenhuma determinada relevância.

1- Omar Rodríguez-López: a loucura e o gingado da juventude posthardcore (não mais aplicada hoje em dia pelo mesmo).

2- Jack White: a tosqueira das guitarras de plástico e os fuzz japonês foram um dos responsáveis a me pender pra guitarra errada nos primórdios do instrumento.

3- Billy Corgan: por mais chato e careca que seja o timbre mellon collie and the infinite camadas de fuzz ainda me conquista.

4- Jonny Greenwood: o mais frenético e torto em meio as tantas guitarras do Radiohead, pioneiro no shredmaster e técnica da moeda.

5- Thurston Moore: por usar baqueta e ser mais legal que o Lee Ranaldo (mesmo que boys go to jupiter to get more stupider)

6- Kevin Shields: carência de shoegaze faz mal, todo mundo precisa dum reverb.

7- J Mascis: solos, cabelos e antipatia.

8- Henrique Ravelli: com um pouco de bairrismo (tinha que ser de sorocaba) mas necessário, inovando em pedais, arco e viola caipira.

9- Josh Homme: admirável pelos tantos projetos (tem até o Iggy Pop como colega de trabalho) e por me proporcionar uma pira antiga de querer plugar a guitarra em um Ampeg.

10- Kevin Parker: só pelo phaser bonito.

Ouça a playlist com esses guitar loucão aqui: https://soundsgood.co/playlist/guitarra-loco…