In Venus

Ruína

Ruína, por In Venus | Howlin Records
16 de maio de 2017
In Venus
Howlin Records | Sinewave
Producer: Lucas Lippaus 

Ruína apresenta uma mudança na sonoridade da In Venus. Formado por camadas e camadas de sonoridades sintéticas e sonhadoras, o grupo mergulha no dream pop e shoegaze da década de 90, bem como nas referências indie rock de seu breve revival nos anos 2010, com bandas como DIIV e Beach Fossils. A mudança começou com a inserção de um sintetizador entre os instrumentos do grupo, que percebeu que era hora de mudar as harmonias das faixas já pré-existentes para que estas se encaixassem com o som do synth.

Cint conta, também, que o disco é uma “mistureba de referências”, e também destaca o post-punk de Manchester e o riot grrrl como influências no som; esse último, uma inspiração em particular para seus vocais urgentes. O lado punk e hardcore da banda continua a se mostrar, porém, principalmente em faixas como “Inverno da Alma” e “Cotidiano” — coincidentemente, as duas únicas escritas em português. “Quando a gente mudou, percebemos que não precisávamos ficar tão presas a um idioma que não era o nosso original. Não posso dizer que daqui pra frente vai ser só isso, mas já estou mais acostumada”, diz Cint. “Cotidiano” é também um marco de uma situação de abuso passada por uma amiga da vocalista, e que teve uma repercussão dada a fama do homem acusado — só uma das muitas outras na tracklist que tratam de casos de abuso, assédio e outras dificuldades da condição feminina. como “What You Fight For”, “Burn” e, de novo, “Mother Nature”.

Sobre a última, Cint forma uma frase que define a inquietude de Ruína: “A angústia da mulher também faz parte da angústia do mundo.” Via Noisey Vice.

All music recorded by Billy Comodoro – Estúdio Aurora. 2017, Feb and May, except “Mother Nature” recorded in 2016 oct. 
Cint F. (Keyboards and Vocals),  Camila Ribeiro (Drums),  Rodrigo Lima (Guitar),  Patricia Saltara (Bass). 
Lucas Lippaus – Bass, except in “Mother Nature” 
Priscila Lopes – Bass in “Mother Nature” 
Special guest: Dinho Lacerda – High floor tom on “Go”
Share:
Howlin Records – Todos os direitos reservados © 2014-2018